Agência Goiana de Habitação apresenta projeto ao Ministério das Cidades

O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Marcos Abrão Roriz, apresentou no dia 13 de agosto, ao Ministério das Cidades (MCidades), o projeto Vera Cruz (I e II) localizado na região Oeste de Goiânia para construção de cinco mil unidades habitacionais de interesse social. A apresentação foi feita para a secretária nacional de Habitação, Inês Magalhães, e diretora de Produção Habitacional, Maria do Carmo Avesani, na sede do Ministério das Cidades, em Brasília.

A reunião contou ainda com participação de representante da Caixa Econômica Federal, Alexandre Cordeiro, do secretário Geral da Agehab, Sérgio Augusto de Oliveira, e da gerente de Projetos Fabiana Perini, e da assessora Técnica Carla Machado.

A gerente Fabiana Perini, explica que o projeto precisa ser aprovado pelo Ministério das Cidades em função do impacto que essas moradias vão provocar na região. Depois da análise do MCidades, o empreendimento será encaminhado para a Caixa. A Agehab fará uma pesquisa na região para identificar a demanda do bairro e entorno de serviços e atendimento públicos

Marcos Abrão Roriz destaca que o Governo de Goiás está levando habitação de interesse social para locais onde já existe a infraestrutura e atendimento por equipamentos públicos. “Na execução da política habitacional do Estado, a Agehab Goiás está utilizando os instrumentos do Estatuto das Cidades, a exemplo da ocupação dos vazios urbanos”, assinala. A secretária nacional de Habitação, Inês Magalhães, elogiou o aspecto social do projeto e o fato da área estar integrada à cidade, facilitando a mobilidade da comunidade local.

O empreendimento executado pela Agehab Goiás com recursos do Cheque Mais Moradia, contará com parceria do Governo Federal e Caixa Econômica Federal por meio do Fundo de Arrendamento Residencial-FAR. A Agehab Goiás já abriu chamada pública para a seleção da construtora do empreendimento. A previsão de início da primeira etapa é para este ano, com 1.500 apartamentos. O edital foi publicado no dia 9 de agosto. O valor estimado do investimento é de R$ 334 milhões, dos quais R$ 270 milhões de recursos devem ser contratados pelo FAR.

Além da contrapartida do Cheque Mais Moradia, o Estado vai ampliar o número de equipamentos sociais existentes na região, entre eles creches, escolas e unidades de assistência social e de saúde.

Saiba mais sobre o projeto acessando o site da Agehab Goiás.